Andre Ewell domina um apático Renan Barão no UFC São Paulo

Por Idonaldo Filho | 23/09/2018 00:54

Em queda livre na carreira, mais uma vez Renan Barão se mostrou irreconhecível no octógono e, após um primeiro round no qual conseguiu algo no chão, ele acabou dominado inteiramente por Andre Ewell no UFC Fight Night 137.  Com cinco derrotas nas últimas seis lutas, e perdendo para um estreante, a situação ficou feia para o ex-campeão da categoria.

Ewell começou ameaçando com um jab, enquanto Barão executou um chute alto. O ex-campeão foi agressivo andando para a frente e levou um golpe de encontro, sofrendo um knockdown. Barão se levantou, levou Ewell para o clinch e o quedou, ficando por dentro da guarda. No chão, Barão aplicou joelhadas no tronco do oponente e golpeou no ground and pound. Barão montou e tentou dar o bote na chave de braço, mas o americano conseguiu se defender e escapou da posição.

No segundo assalto, ambos trocavam sequências de golpes, com Renan Barão acertando alguns chutes baixos, mas nitidamente com um ritmo menor em relação a primeira etapa. Ewell acertou forte soco e fez Barão andar para trás, depois levando outra sequência do americano. O ex-campeão dos galos recebeu então outro golpe e pareceu sentir o nariz.  Renan buscou uma queda, bem defendida de início por Ewell, mas o brasileiro insistiu, levou para a grade e finalmente conseguindo quedar, mas nada fez por cima antes do final da parcial.

O início da etapa final foi ditado por Ewell, que acertou um soco e depois um chute baixo em Renan. Depois, uma forte sequência do americano entrou no brasileiro. Muito apático, o ex-campeão da categoria passou a tentar somente chutes baixos, recebendo muitos golpes de Ewell. Uma sequência de jabs abalou Barão e o fez começar a cambalear. Ewell acertou então um chute alto que entrou limpo no brasileiro, e depois um cruzado, terminando a luta com larga vantagem.

Fomos então para a decisão dos juízes, que foi dividida. Foram marcados dois 29-28 para Ewell e um para Barão, sacramentando a vitória do americano.

Colaborador do MMA Brasil, goiano, fã de pesos pesados e admirador de freakshow com responsabilidade.