Aljamain Sterling critica Henry Cejudo por querer enfrentar José Aldo e mira luta contra Petr Yan

Por Edição MMA Brasil | 17/02/2020 16:33

Um dos melhores lutadores do peso galo do UFC na atualidade é o americano Aljamain Sterling. Na segunda colocação do ranking da divisão, em tese, Sterling deveria ser o próximo na fila para enfrentar Henry Cejudo pelo cinturão. Entretanto, o campeão tem outros planos e negocia uma defesa de cinturão contra José Aldo, que perdeu em sua estreia na categoria em 2019 para o compatriota Marlon Moraes.

Ao que tudo indica, Cejudo e Aldo devem se enfrentar na luta principal do UFC São Paulo ainda este ano. Obviamente, muitos ficaram insatisfeitos com a decisão do campeão, principalmente Sterling. Em entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show”, Sterling falou sobre o provável confronto entre os dois e afirmou que o campeão quer a luta por um único motivo: auto promoção.

“Agora você tem um palhaço (Henry Cejudo) pedindo para enfrentar lutadores que perderam quatro de suas últimas seis lutas (José Aldo). O UFC não tem culpa e eu não tenho culpa se você não consegue vender ingressos. Eu não tenho culpa se o seu nome não é grande o suficiente para vender ingressos para que você enfrente os contenders da sua categoria. É sua culpa”, afirmou.

Convencido de que sua próxima luta não será contra o campeão, Sterling manifestou o desejo de enfrentar o russo Petr Yan, que ocupa a terceira colocação no ranking da categoria dos galos. Aljamain elogiou o possível adversário, mas afirmou que se considera mais duro e mais inteligente.

“Ele é um lutador duro, mas eu acho que eu sou mais duro. Eu acho que eu mais habilidades para trazer ao jogo. Eu acho que eu sou mais esperto e um lutador mais inteligente. Olhe os números. As estatísticas não mentem”, finalizou.