Alerta de Boxe: Top 5 peso por peso Terence Crawford enfrenta campeão olímpico Félix Díaz

O sábado repleto de grandes lutas terá a aparição de um dos mais talentosos boxeadores da atualidade. O campeão linear dos superleves Terence Crawford colocará seus títulos em jogo contra o ex-campeão olímpico Félix Díaz.

Conforme havíamos antecipado na última edição do Minuto do Boxe, a nobre arte tinha reservado alguns grandes duelos para o mês de maio, especialmente no dia 20. É quando Terence Crawford volta ao ringue, ao vivo no SporTV2.

O integrante do top 5 peso por peso em todas as listas de renome terá um bom desafio pela frente. Crawford vai colocar em jogo a condição de campeão linear, da WBC e WBO dos superleves contra o dominicano Félix Díaz, campeão olímpico em 2008, em combate que lidera a programação no Madison Square Garden. Nas preliminares de Crawford-Díaz, teremos Raymundo Beltrán (32-7-1) disputando o cinturão vago do peso leve da WBA International contra Jonathan Maicelo (25-2); o atual campeão olímpico Fazliddin Gaibnazarov (1-0) em sua segunda luta profissional como superleve contra Agustine Mauras (6-2-3); o atual vice-campeão olímpico Shakur Stevenson (1-0), de apenas 19 anos, diante de Carlos Gastón Suarez (6-3-2); além da promessa russa Konstantin Ponomarev (31-0) contra Ed Paredes (38-6-1). O SporTV2 mostra este evento a partir das 22:00h.

O super sábado começará cedo, no Japão, quando Ryota Murata (12-0), o homem que venceu Esquiva Falcão na final olímpica de 2012, disputará com o camaronês Hassan N’Dam N’Jikam (35-2) o cinturão vago do peso médio versão WBA. No mesmo card disputado no Ariake Coliseum, em Tóquio, o boxe japonês defende a quarta posição mundial quando Daigo Higa (12-0) e Juan Hernandez Navarrete (34-2) lutarem pelo cinturão mundial dos moscas, versão WBC, que Chocolatito González deixou vago. Pela divisão de baixo, Ganigan López (28-6) defende o título dos minimoscas contra o local Ken Shiro (9-0).

Há ainda mais duas programações de peso para o sábado. Em Londres, no Parque Olímpico Rainha Elizabeth, Gervonta Davis (17-0) defende o cinturão IBF dos superpenas contra Liam Walsh (21-0). Já na MGM National Harbor, em Oxon Hill, Maryland, Gary Russell Jr. (27-1) coloca em jogo a coroa WBC dos penas contra Oscar Escandon (25-2). Pelo título vago IBF dos supermédios, Andre Dirrel (25-2) e Jose Uzcategui (26-1) se enfrentam. Já o craque cubano Rances Barthelemy (25-0) medirá forças com Kiryl Relikh (21-1). No mesmo evento, os irmãos de Gary, Antonio Russell (7-0) e o caçula Gary Antuanne Russell (estreante) estarão também em ação.

Para quem curte o boxe em sua essência, Crawford (30-0, 21 KO) é um deleite. Sem precisar atuar como um brawler, ele impõe um volume de jogo difícil de lidar, controlando ritmo das ações e distância com maestria. Seu jogo de pernas é tão fluido que é até complicado dizer se ele é destro ou canhoto – por curiosidade, veja seu perfil no BoxRec, que o enquadra como ortodoxo, mas a foto o mostra na base de canhoto. “Bud” joga os jabs longos como britadeira, perfurando o bloqueio dos adversários juntando velocidade e potência. Quando consegue criar ângulo – e ele sempre consegue – uma saraivada de golpes com potência semelhante nos dois punhos atinge o rival, que, a esta altura, já perdeu o ritmo.

Quem puder, confira a atuação de Crawford em seu duelo mais relevante, a unificação contra o então invicto Viktor Postol. Repare como a dinâmica de Crawford fez Postol parecer um sujeito qualquer. Esta, aliás, é a grande crítica sobre o americano: a qualidade dos oponentes. Porém, cabe reforçar que ele não tem qualquer culpa por não conseguirem escalar os melhores. Crawford inclusive pediu uma luta com Manny Pacquiao, mas a Top Rank Boxing, que cuida dos interesses de ambos, não quis fazer o duelo, provavelmente pelo imenso risco contra sua galinha-dos-ovos-de-ouro.

Provavelmente Díaz (19-1, 9 KO) seja o mais habilidoso adversário de Crawford, ao lado de Yuriorkis Gamboa – mas o dominincano não terá tanta desvantagem na força física que o cubano teve, em 2014. O campeão olímpico de Pequim é um canhoto que até sabe lutar corajosamente na curta distância, quando mistura ataques contra o corpo com uppercuts, mas que tem na habilidade de rodar no bate-e-sai do stick and move a sua maior virtude. Díaz é ainda muito rápido e muito preciso quando contra-ataca.

Felix Diaz vs Terence Crawford odds - ProBoxingOdds

Crawford tem uma característica que o difere da maioria e o coloca tão bem postado na lista dos melhores de qualquer categoria. Sua capacidade de ler a luta e alterar os rumos em seu curso é incrível. Por exemplo, se atuar na postura ortodoxa com golpes alongados não estiver dando certo, ele consegue rapidamente mudar para canhoto e jogar no infighting, minando a linha de cintura e fazendo o pivô para não ser atingido. Esta capacidade pode ser fundamental para tirar Díaz da postura de contragolpeador, fazendo o dominicano buscar a iniciativa. Desde modo, Crawford poderá achar mais facilidade em abrir ângulos e ele próprio contragolpear.

O melhor caminho para Díaz seria encurralar Crawford nos cantos e tornar o combate um duelo acirrado de golpes curtos, quebrando substancialmente a capacidade do americano se movimentar pelo ringue. Porém, os quase oito centímetros de desvantagem na envergadura contra um oponente tão qualificado em controlar distância como Crawford tornam a missão bastante espinhosa. Díaz deve ser o mais talentoso oponente de Crawford, mas não o mais perigoso, função que coube a Postol.

A aposta é que “Bud” consiga o nocaute técnico lá pelo sétimo assalto ou, dada a persistência de Díaz, vença por uma larga margem de pontos em decisão unânime. A torcida fica para Bob Arum deixar de palhaçada e marcar logo o duelo com Pacquiao. Se esta luta não sair, que marquem então a rara unificação completa de uma categoria contra Julius Indongo, campeão da IBF e WBA.

  • Gabriel Carvalho II

    Sempre irado ver o Crawford lutar. Que bom que o SporTV tomou vergonha na cara e vai transmitir esse combate que é muito bom também.

    Semana que vem tem Brook vs. Spence Jr. no Esporte Interativo.

  • James sousa

    legal ter boxe nesse fim de semana sem UFC

  • Malk Suruhito

    Rapaz… que Odds é essa?!!

    • Porra, não tava assim na hora que eu publiquei, deve ter aumentado perto da luta.