Alerta de boxe: Terence Crawford vs Kell Brook

Por Israel Silveira | 14/11/2020 15:29

Será realizada neste sábado a luta entre Terence CrawfordKell Brook. Valendo o cinturão meio-médio WBO de Crwaford, a peleja acontece no MGM Grand Garden em Las Vegas. O card principal começará às 23:30, com Crawford e Brook entrando no ringue por volta de 01:30 de domingo. A luta não terá transmissão para o Brasil. Saiba mais sobre essa luta a seguir.

Considerado por muitos o lutador número 1 peso-por-peso do boxe, Terence Crawford (36-0, 27 KOs), vem enfileirando consecutivos oponentes desde sua chegada aos meios-médios. O americano já foi campeão nos leves e meios-médios-júnior, o que faz dele um nome digno para o topo da lista do melhor do boxe. Apesar do sucesso, Crawford ainda deixa dúvidas na cabeça dos fãs, já que ele ainda não enfrentou o melhor que a divisão dos meios-médios tem a oferecer. Os fãs obviamente esperam Crawford enfrentando Errol Spence Jr., Danny García, Manny Pacquiao etc. Contudo, o que sobrou para o jantar foi Kell Brook, contra quem ele defenderá seu cinturão da Organização Mundial de Boxe (WBO em inglês).

Crawford desde sua chegada aos meios-médios despachou Jeff Horn, José Benavidez, Egidijus Kavaliauskas, além de derrotar Amir Khan da mais estranha das formas. Considerando que a divisão é uma das mais complicadas do boxe, é seguro falar que esses são nomes decepcionantes. Contudo, não se engane: Crawford pensa o mesmo. Fato é que “Bud” já deixou claro que se a Top Rank não der seus pulos, ele irá em busca de lutas maiores em 2021 e não renovará seu contrato. De qualquer forma, ele tem Kell Brook pela frente.

Kell Brook, 34 anos, destro (39-2, 27 KOs) tem uma carreira sólida no boxe, coroada com a conquista do cinturão da FIB dos meios-médios em 2014 sobre Shawn Porter. “O Especial” não teve lá um grande reinado, fazendo três defesas contra adversários suspeitos. Em 2016, Brook deu um tremendo “all-in” e subiu para o peso médio para enfrentar o então monstro Gennady Golovkin (que na época era invicto). Brook teve uma boa performance, mas eventualmente sucumbiu diante do Cazaque em cinco assaltos, que era muito mais forte. Na sequência, Brook deu de frente com outro tanque de guerra, Errol Spence Jr. em maio de 2017 e foi quem talvez deu mais trabalho a Spence em sua carreira, mas eventualmente foi nocauteado por uma lesão no olho esquerdo, semelhante à que sofreu contra Golovkin. Desde então Brook não voltou aos meios-médios e fez três lutas nos médios-júnior, parecendo uma sombra do lutador que era em 2014. A outra questão envolvendo Brook é que ele não luta nos meios-médios desde 2017 e terá que passar por um complicado corte de peso.

Crawford não deverá ter maiores problemas em despachar Brook e é favorito pagando 1.07 contra 9 pra 1 de Brook. Crawford, que é ambidestro, tem o estilo perfeito para derrotar Brook, que gosta de andar para frente o tempo inteiro e estabelecer os pés para lançar seus golpes. Já Crawford é um lutador especialmente difícil de encontrar no ringue, frustrando seus adversários com sua movimentação de pés e ótimos em contragolpes. A luta tem tudo para ser “feia”, já que Crawford não deve querer experimentar as pesadas mãos de Brook, mas é sempre bom ver o metódico “Bud” executar seus gameplans com maestria.

E você, leitor. Assistirá essa luta? Conte para nós o que você espera do combate!