Alerta de Boxe: Anthony Joshua lidera invasão britânica a Nova York neste sábado

Por Alexandre Matos | 31/05/2019 16:29

Depois de conquistar públicos gigantescos na Europa, chegou a hora de Anthony Joshua fazer sua aguardada estreia em solo norte-americano. E o superastro inglês não estará sozinho. O Madison Square Garden receberá um punhado de lutadores de primeira linha das Ilhas Britânicas na noite deste sábado. O evento terá transmissão pela DAZN a partir das 21:30h pelo horário de Brasília.

LEIA MAIS O que a Era de Ouro do boxe britânico tem a ensinar ao esporte brasileiro

Joshua (22-0, 21 KO) colocará em jogo seu pacote de cinturões da WBA, WBO e IBF, os dois primeiros conquistados em 2017, na eletrizante vitória sobre Wladimir Klitschko. O oponente original era Jarrell Miller, ex-kickboxer com carreira no K-1 e Glory. No entanto, Miller foi pego com o carrinho cheio no exame antidoping, flagrado com endurobol, EPO e GH – o picareta já tinha sido flagrado no Glory em 2014 com dimetilamilamina. Por este motivo, Miller foi substituído pelo ex-desafiante da WBO Andy Ruiz Jr (32-1, 21 KO).

Fora de ação desde setembro, quando venceu Alexander Povetkin, Joshua tem a missão de fazer os fãs americanos esquecerem o brutal nocaute aplicado por Deontay Wilder, há duas semanas, no mesmo Madison Square Garden. O invicto britânico é o favorito destacado contra o americano, que venceu Alexander Dimitrenko no dia 20 de abril. A única derrota na carreira de Ruiz aconteceu para Joseph Parker, de quem Joshua tomou o cinturão da WBO.

A missão de Ruiz é espinhosa e depende praticamente de um milagre, no caso, atrair Joshua para a pancadaria na curta distância. Se ficar da média para a longa, Andy terá a cabeça transformada em alvo pelos jabs, diretos e ganchos do campeão, que tem cerca de 20cm de vantagem na envergadura. A aposta aqui é em nocaute de Joshua no primeiro terço do combate.

Andy Ruiz vs Anthony Joshua odds - ProBoxingOdds
 

AJ não será o único campeão britânico em ação. Callum Smith (25-0, 18 KO), número um do mundo na divisão dos supermédios, colocará os títulos da WBA e The Ring em jogo contra o ex-campeão dos médios Hassan N’Dam N’Jikam (37-3, 21 KO). Smith vem da conquista da World Boxing Super Series, quando nocauteou e aposentou George Groves, em setembro, numa clássica passagem de bastão no boxe britânico.

Mais jovem de quatro irmãos boxeadores, gigantesco para a categoria, com 1,91m de altura e 1,98m de envergadura, dimensões de cruzadores ou pesados, Smith é um lutador muito técnico, com ótima capacidade de gerar potência e de encaixar golpes. Estas características devem causar um duelo excelente contra N’Dam N’Jikam. O franco-camaronês conseguiu equiparar as derrotas para Peter Quillin e David Lemieux de modo antológico: na primeira, venceu 5 de 12 assaltos, mas acabou derrotado por larga margem porque levou seis knockdowns no combate. Cenário parecido ocorreu contra o canadense, que aplicou quatro knockdowns em Hassan, mas comeu o pão que o diabo amassou no caminho – um dos juízes inclusive anotou seis rounds para cada, mas os 10-8 deram vantagem para Lemieux.

Callum Smith vs Hassan N Jikam odds - ProBoxingOdds
 

Os fãs da nobre arte podem testemunhar um momento histórico no sábado. A craque Katie Taylor (13-0, 6 KO) pode se tornar a terceira mulher e a sexta em geral a fechar os quatro principais cinturões do mundo. Atualmente, a americana Claressa Shields, no peso médio, e a norueguesa Cecilia Brækhus, no meio-médio, são as únicas na história a ter conquistado os cinturões da WBA, WBC, IBF e WBO ao mesmo tempo. A irlandesa já tem os da WBA, IBF e WBO, este último tomado no dia 15 de março, no espancamento aplicado na brasileira Rose Volantê.

Entre Taylor e os livros de história estará a belga Delfine Persoon (43-1, 18 KO), campeã da WBC desde 2014, com nove defesas desde então. Apesar de ser uma campeã decente, Persoon não está sequer próxima do nível técnico de Taylor – na verdade, ou a irlandesa sobe para ir atrás de Brækhus ou corre o risco de se aposentar invicta no peso leve.

Delfine Persoon vs Katie Taylor odds - ProBoxingOdds
 

Outros combates foram escalados para se prestar atenção. O inglês Josh Kelly (9-0, 6 KO), um dos principais prospectos do forte cenário dos meios-médios, terá um interessante teste diante do veterano Ray Robinson (24-3-1, 12 KO). Já o ex-campeão dos superleves e meios-médios Chris Algieri (23-3, 8 KO) deve ser sugado para uma pancadaria sagaz contra Tommy Coyle (25-4, 12 KO).