Agora é oficial: Georges St. Pierre vai desafiar o cinturão de Michael Bisping

Agora é oficial: Georges St. Pierre vai desafiar o cinturão de Michael Bisping
MMA

A confirmação de Georges St. Pierre como desafiante de Michael Bisping bota um freio na divisão dos médios, mas não clareia a situação dos meios-médios. A nova versão do UFC caminha por rumos ainda não tão fáceis de entender.

Uma novela que se arrastou por meses até ser desvendada teve seu capítulo seguinte revelado até rapidamente. Nesta quarta-feira, o presidente do UFC, Dana White, foi ao SportsCenter da ESPN americana anunciar a luta de retorno de Georges St. Pierre, fora de ação no MMA desde novembro de 2013.

O ex-campeão do peso meio-médio do UFC subirá de categoria pela primeira vez para desafiar o cinturão de Michael Bisping. O duelo, que reunirá os dois lutadores que mais venceram na história do UFC, ainda não tem data nem local definidos (o mais provável é que ocorra em Las Vegas), mas já deixou os fãs ouriçados, uns empolgados com a chance de o canadense fazer história, outros revoltados com o balão aplicado em Yoel Romero e ainda alguns cheios de dúvidas sobre os motivos e desdobramentos desse confronto anunciado.

Ainda nesta semana, Demian Maia foi confirmado contra Jorge Masvidal no UFC 211. Este anúncio pareceu apontar para GSP ser o próximo desafiante da categoria que ele dominou entre 2007 e 2013. Seria triste para o paulista, mas perfeitamente compreensível, já que St. Pierre saiu de cena sem perder o cinturão oficialmente, além de ter deixado para trás feitos importantes que teriam peso para reconduzi-lo diretamente para uma chance de título. O timing era perfeito, já que o atual campeão, Tyron Woodley, e o desafiante número um, Stephen Thompson, farão a revanche pela coroa dos meios-médios neste sábado, no UFC 209.

Demian seria o próximo candidato lógico e GSP, o próximo aceitável. No cenário que se desenhou na virada de fevereiro para março, nenhum dos dois está mais nas conversas de título, pelo menos no curto prazo. Isso significa que o vencedor de Woodley-Thompson não vai enfrentar um dos dois que mais merecem a chance e que o próximo desafiante talvez seja mais uma invenção do novo modus operandi do UFC pós-Fertittas e pós-Joe Silva. Será que inventam Nate Diaz? E por que Demian aceitou uma luta que não a do título sem que GSP tomasse sua frente? Podem elucubrar à vontade na caixinha de comentários porque eu mesmo não faço a menor ideia.

A decisão do UFC afetou também, e obviamente, o peso médio, que não tem apenas um desafiante claro, mas dois. Yoel Romero era a primeira opção, com vitórias sobre Ronaldo Jacaré e Chris Weidman em seus dois últimos compromissos. Jacaré seria a segunda, com um par de trunfos: tentar convencer os patrões que a derrota para Romero foi controversa e usar o caso de doping-que-não-foi-doping-mas-teve-suspensão do cubano. Fosse quem fosse, Romero ou Jacaré, a maioria dos fãs aceitaria o desafiante. Mas não.

Bisping foi bastante sincero em relação à situação. Ele comentou no programa UFC Tonight, no FOX Sports americano, que já tinha recebido a proposta para enfrentar GSP no ano passado, mas as negociações não evoluíram. E que qualquer outro teria tomado a mesma decisão que ele.

Michael Bisping:

Eu sei que tem gente por aí que vai criticar dizendo que eu deveria lutar contra o desafiante número um, caras como Yoel Romero. E eles estão absolutamente certos. Agora, se você fosse Yoel Romero, ou Luke Rockhold, ou Jacaré, ou um desses caras, e te oferecessem uma luta com GSP, eu tenho certeza que você aceitaria a luta. Então por que eu não deveria fazer o mesmo?

Eu mereço esse pagamento. Eu mereço essa luta. Não apenas pelo pagamento, eu quero essa luta pelo meu legado. Eu venci Dan Henderson. Eu venci Anderson Silva. Georges St. Pierre é outra lenda que eu quero adicionar ao meu currículo.

E como fica a situação do próprio GSP? Há muita névoa em torno dessa volta. O superastro canadense é tecnicamente mais lutador não só que Bisping, mas provavelmente do que todo o atual estágio do plantel do peso médio. Ele talvez seja o atleta mais inteligente que já passou pelo UFC e tem na retaguarda um técnico conhecido pela maestria no campo estratégico. Porém, três anos e meio parado é muito tempo para alguém que tem um jogo altamente dependente de timing, precisão e condicionamento físico. Enquanto esta última característica dificilmente será um problema para um sujeito como St. Pierre, as duas primeiras podem lhe causar problemas consideráveis na luta de retorno. Ainda que Bisping não tenha mais a velocidade e o volume de outrora, ele é fisicamente maior e mais forte do que o desafiante. Ainda que Georges, perfeccionista e obstinado, pareça ser o representante da “turma dos dominicks”, será o segundo longo período de inatividade que ele terá que lidar na carreira.

Vamos supor que St. Pierre vença Bisping, resultado absolutamente normal até 2013 – e que as casas de apostas ainda consideram normal ao abrirem as linhas em média com 1.71 (-140) para o canadense e 2.34 (+134) para o cipriota naturalizado inglês. E depois? Estaria GSP disposto a enfrentar os tubarões da divisão, enfileirando Romero, Jacaré, Rockhold, o vencedor de Weidman-Gegard Mousasi, Robert Whittaker? Sinceramente, eu duvido. Ainda que, falando puramente de técnica e capacidade estratégica, GSP seja melhor que todos eles, a diferença é menor do que para Bisping e o fator peso/força aumenta consideravelmente.

Para mim, ganhando ou perdendo, o futuro do “Rush” não é no peso médio. Se perder, terá a desculpa do tamanho, da inatividade, e continuará com a moral intacta para furar fila no peso leve ou no meio-médio. Se vencer, entra no seletíssimo grupo de campeões de duas divisões, mira se tornar o único tricampeão, fica maior ainda, com mais valor comercial ainda – posso ver os olhos dos donos da WME-IMG virando cifrões em tempos sem Ronda Rousey e Conor McGregor. O UFC da WME-IMG não parece ligar para o que vem a seguir, visto que chegaram até a criar uma categoria sem nexo, sem lutadoras, fazendo uma disputa de cinturão inaugural sem a melhor delas, sem a menor perspectiva de continuidade. O UFC da Zuffa não deixaria talentos irem embora como o UFC da WME-IMG está deixando. O UFC da Zuffa queria ver dinheiro entrando – quem não quer? – mas parecia misturar com mérito esportivo.

O UFC da WME-IMG ainda é difícil de entender, por mais que algumas coisas estejam ficando cada vez mais claras.

  • leandro aguiar

    Que absurdo essa furada de fila na categoria, e o pior… teremos 5 rounds de amarração no chão.

  • Luis Coppola

    A torcida é para que o GSP fique impossibilitado de lutar à poucos dias antes do evento, e para que o Romero o substitua #ynuevo

  • Fernando Chaves

    É pelo jeito que vai, se ganhar, acho bem provável uma tentativa pro 3 cinturão !!!

  • Lucas Silva

    Provavelmente Alexandre será mesmo em Las Vegas, a T-Mobile Arena, vai pegar os blockbuster de Boxe e MMA no ano, já pegou Canelo vs Chavez JR, e agora a volta do Rush. E só uma questão a se levantar, desses PPVs já marcados até junho, qual deles venderá mais que 500 pacotes? Vendo isso, fica claro o por que da decisão dos caras.

  • Raphael Augusto

    Alê,

    Sua observação sobre o futuro do evento é mais importante que a notícia em si.
    Essa nova administração do UFC parece estar muito mais focada num público norte-americano que tem outras prioridades acima do mérito esportivo.
    O futuro do UFC pode ser comprometido em pouco tempo caso esse tendência se mantenha.

    Abraços!

    • Na verdade a notícia em si era apenas um gancho. Legal que você teve essa interpretação, foi exatamente a minha ideia.

      • Raphael Augusto

        Faz tempo que estou na lida aqui né mano…assim fica fácil perceber essas nuances…..hahahaha……Leitor assíduo, comentador nem tanto, mas sempre prestigiando o seu trampo de primeira…

        Parabéns mano!

        • Com certeza. Tanto tempo que até mudou de identificação hahaha

          • Raphael Augusto

            Outras épocas….vida bandida….facebook duplo…. haahhaahhahaa

  • Paulo Henrique G Tenório

    Cada vez mais o UFC me leva a voltar a acompanhar meu bom e velho futelbozinho. Não por pachequismo (balão no Jacaré tb), mas por constatar que o único fator levado em conta agora no UFC é o entretenimento.
    .
    Sobre o GSP, achei vergonhosa a atitude dele, e penso que isso lança uma mancha feia no seu legado. Vivia fugindo do Anderson, justificando-se pela diferença de peso, e agora aceita lutar com um ex-meio pesado – que, todos sabem, não faz parte nem do verdadeiro top 5 da divisão (Romero, Weidman, Luke, Jacaré e Mousasi), é um frouxo de marca maior e só foi campeão por uma cagada antológica. Só fez atestar o medo que tinha de perder para o Spider. Piora a situação ele ter explorado um tema importante (a sindicalização dos lutadores) apenas para arrancar mais dinheiro do evento. Esse falso bom-mocismo do povo lá de cima me irrita. Esperava mais do Rush.
    .
    Sobre a luta, espero um nocaute duplo. E que, depois dessa palhaçada, o Romero arranque a cabeça do frouxo inglês.

    • Naquela época, o GSP disse que teria dificuldade de ganhar peso. Ele ganhou peso agora porque teve três anos e meio pra isso e talvez tenha feito uso de substâncias que ele só pode usar porque estava aposentado, não poderia usar quando estava ativo. Ele nitidamente ficou fisicamente maior nesse hiato.

    • Lero

      Opa, dizer que o Bisping é un frouxo de marca maior me parece forçar um pouco a barra… Sim, ele não é a creme da élite, mas é um grande lutador, muito perseverante e bastante regular… Ninguem tem a maior quantidade de vitorias no UFC sendo um frouxo.

  • James sousa

    acho que essa luta ou vai ser a principal do evento da IFW ou vai ser no Bell center
    GSP ganhar vagar o cinturão e o Romero enfrentar ou o Jacaré ou o Mousasi se ele vencer o Weidman e o GSP vai enfrentar o McGregor nos leves esse é o cenário ideal para o UFC

  • Marllon

    O cenário para mim está desenhado assim:
    A luta será marcada para Julho-Agosto,gsp vence e semanas dps deixa o cinturão vago,Romero X Jacaré é marcado para meados de Novembro e vida que segue,agora se o Bisping vencer ele fode(de novo) a categoria.
    Sobre o Demian sinceramente não sei pq ele pegou essa luta,acho que o mesmo deveria vir a publico esclarecer a situação,pois deu uma de Aldo,falando que ia fazer uma coisa e uma semana depois fez o completo oposto.
    Eu entendi e até apoiei as decisoes tomadas pela nova administração(Revanche do diaz,Bisping vs Hendo e Mcgregor lutando por 2 cinturões),mas agora achei um baita tiro no pé,fiquemos de olho nos próximos episódios.

    • Romero x Jacaré aconteceria muito antes. Eles não vão ficar tanto tempo parados.

      • Fernando

        Eu gostaria que Romero x Jacare 2 so acontecesse depois q 1 dos 2 disputasse um ts. Mas é a vida…

  • Rafael Maia

    Não duvido que o UFC coloque um cinturão interino nos médios para o Jacaré e o Romero disputarem no primeiro semestre! Cinturão interino parece moda nesses tempos de WME-IMG!

  • Bruno Brunet

    Após investir uma grana absurda no evento, a nova gestão vai querer recuperar esse investimento o quanto antes e lutas com maior apelo comercial irão ter prioridade em relação a lutas com maior sentido esportivo.
    Sobre a luta, acho que GSP vai vencer, mas a luta pode ser muito mais disputada do que a maioria pensa, principalmente nos primeiros rounds, onde o canadense pode sentir muito o tempo parado.
    Na minha visão, se GSP vencer ou vai buscar o terceiro cinturão nos leves ou enfrenta o Anderson SIlva pelo cinturão dos médios. Agora esperamos o casamento da revanche entre Jacare e Romero, e provavelmente, Rochkold e Whittaker.
    Agora ainda não entendo o Damian ter aceitado a luta contra o Masvidal.

    • Sim, parece mesmo que a WME-IMG tá louca pra recuperar o investimento.

      Também acho bem possível o cenário que você apresentou.

  • Weslei Alvarenga

    Eu não posso entender o modus operandi da atual administração do UFC, mas aposto que o Dana White ta que nem um louco tentando alocar essa luta num estádio.

  • Lero

    Jacaré e Romero deveriam pedir luta pelo cinturão interino na mesma data.

    Demian a torcer quem nem louco para o Wonderboy hoje. Se o Thompson é campeão, o GSP vai preferir ir detras do cinturão do Conor.

  • Fernando

    Acho que se gsp vencer o bisping, eles vao tentar fazer gsp x silva (imagina a grana).

    Se rola o cenário do maia passar o masvidal e o gsp lutar pelo centurao dos meio medios evencer, uma disputa de cinturão do demian contra o gsp seria a melhor coisa q poderia acontecer na carreira do br.

  • Digodasilva

    A única coisa certa é que o “côro vai cumê”!